Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 28 de maio de 2012

reforma ortografica - acento diferencial

Utilizado para permitir a identificar as palavras que têm a mesma pronúncia (homófonas), o acento diferencial também é abolido com a reforma ortográfica.
Deixam de acentuadas palavras como:
- pára (do verbo parar)/para (preposição);
- pêra (substantivo)/pera (preposição)
- péla (verbo pelar)/ pela (junção de preposição e artigo)
- pêlo (substantivo/pelo (do verbo pelar)
- pólo (substantivo)/polo (junção de por e lo)
Exemplos:
ANTES
AGORA
As crianças gostam de jogar pólo As crianças gostam de jogar polo
A moça pára o taxi A moça para o taxi
Ela quis uma pêra no lanche Ela quis uma pera no lanche
Fomos ao pólo Norte Fomos ao polo Norte
O gato tem pêlos cinza O gato tem pelos cinzas
Observação
Duas palavras fogem à nova regra:
pôr (verbo) e pôde (o verbo conjugado no passado) continuam com o acento diferencial.
No caso do pôr é para evitar a confusão com a preposição por. Já o pôde continua com acentuação para não ser confundido com pode (o mesmo verbo conjugado no presente).
Nas palavras fôrma/forma o uso do acento é facultativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário