Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Diario de um louco

Eu me lembro era noite e o sol brilhava no horizonte. Um homem sentado numa pedra de madeira calado dizia: prefiro a morte do que perder a vida.

Enquanto isso em um bosque, sem árvores os pássaros pastavam subitamente, comecei a correr até que percebi que estava parado. Já exausto, senti uma apetitosa falta de fome e fui para casa.. lá chegando entrei pela porta do fundo que ficava na frente onde subi descendo as escadas que iam para meu quarto.
Apressado vesti-me devagar e fui tomar banho em uma água quente que estava na geladeira. E de repente lembrei-me que estava com fome e dirigi-me para o banheiro a fim de jantar rapidamente.. comi o guardanapo e limpei a boca com o bife. Mas continuei pensando que estava com fome, comi então a sobremesa que existia e permanecendo sentado, levantei-me da cadeira e descendo subi a rua que passava na cozinha.
Ao chegar, deitei-me para dormir.

Dormindo tive pressentimento que estava sonhando e adormeci. Sonhei que um homem sentado em pé num canto da parede até filosofava sobre a vida lendo um grosso livro de Geografia que só tinha a capa e dizia: a terra é redonda como um quadrado.. e acabando de ler, o homem, que era mudo, fechou o grosso livro que só tinha capa e disse:

"Sou um pobre sonhador."

-

À meia noite, o sol raiava no horizonte, um velho com sua linda cabeleira loura, contemplava com os olhos fechados a beleza da natureza, enquanto que um velho mudo calado dizia Os quatro profetas do mundo são três. Moisés e Elias.
Enquanto os pássaros pastavam, as vacas pulavam de galho em galho, à procura de seus aquecidos ninhos.
O mundo é uma bola quadrada que navega num barco sem fundo, sobre ondas de um mar sem água.
E era meia-noite.

-

Era meia-noite, o sol brilhava no horizonte, os elefantes pulavam de galho em galho e os passarinhos pastavam numa imensa e seca relva. Enquanto isso, atrás de uma ramagem sem folhas, um cego lia um jornal sem letras e de cabeça para baixo, para o surdo ouvir.
E o mudo disse: "É melhor morrer do que perder a vida".


Fonte:http://blogueandoretardadamente.blogspot.com/2010/05/diario-de-um-louco.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário